#CADÊ MEU CHINELO?

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

SÃO JOSÉ DOS AUSENTES



# sem destino #

O interior abandonado
txt n' pht: Alexandre Haubrich

Estive por alguns dias em São José dos Ausentes, norte do Rio Grande do Sul, a cidade mais frio do Estado mais frio do país. Entre paisagens inacreditáveis, uma acolhida inacreditável na pousada onde fiquei e outras muitas coisas inacreditáveis, encontrei um problema que sei que assola boa parte das pequenas cidades brasileiras: a falta de imprensa.

São José dos Ausentes é uma cidade de pouco mais de três mil habitantes, cerca de dois terços deles vivendo na área rural. E é aí que está o principal problema. A rádio local é a Rádio Nevasca FM, de São Joaquim, cidade catarinense – ou seja, está em outro Estado – a 60 quilômetros do Centro de Ausentes. Essa rádio, como se pode perceber, não é exatamente local. Além disso, não pega na área rural.

Jornal? Nem pensar. Há também um jornalzinho local, que também não chega aos locais mais distantes, ao interior da cidade, onde moram mais de duas mil pessoas. Os maiores jornais do Rio Grande do Sul – Zero Hora, Correio do Povo, O Sul… – também não chegam na parte rural de São José dos Ausentes.

A pousada onde fiquei tem uma antena da Sky e uma parabólica. E estes são os únicos canais de comunicação com o resto do mundo. De certa forma, isso é ótimo, pois os moradores destes locais não sofrem com a enxurrada de informações, desinformações, mentiras, publicidade, etc. que tornam os moradores dos grandes centros urbanos máquinas idiotizadas. Por outro lado, demonstra uma falha no alcance dos meios de comunicação, um isolamento social – talvez os isolados sejamos nós mesmos, isolados do mundo real, isolados do que realmente é uma vida digna, não sei.

E esse não é o caso apenas de São José dos Ausentes, obviamente. Rincões por todo o Brasil têm casos idênticos. Considero o mais grave a falta de jornais locais, o que dificulta a integração entre os indivíduos da comunidade. As cidades do interior um pouco maiores também sofrem com esse tipo de problema. Mesmo as que possuem jornais locais sofrem com a falta de qualidade destes. O interior não pode ser deixado de lado.
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@