#CADÊ MEU CHINELO?

terça-feira, 21 de julho de 2009

BUGUINHA DUB




# conection #
aDubando dá

txt n' phts: Fábio Balaio

Sábado passado (11/07) o que estava marcado pra ser um dos melhores shows do ano aqui na baixada santista acabou se transformando numa grande frustração, por parte de todos, músicos, público e até do dono do estabelecimento, no caso o Zé Renato, dono do DELTA BAR na praia do Tombo-Guarujá.

Primeiro foi o clima que não colaborou, estava chovendo o dia todo e me perguntava se na hora marcada pra começar estaria chovendo tanto como esteve o dia todo em todo o litoral paulista. Quem iria tocar é o Buguinha Dub, considerado um dos,senão o maior nome do gênero no Brasil, produtor de alguns dos nomes mais importantes da música nacional como Mundo Livre S/A, Nação Zumbí, Racionais MC, Cordel do Fogo Encantado, além de ter trabalhado com muitas outras bandas como Ultraje a Rigor, Capital Inicial, etc, e ter tocado nos quatro cantos do Brasil e exterior...

E mais, ainda iria tocar depois o Caio Bosco, que já foi tão falado por mim e por outros blogueiros, ia apresentar as outras músicas do seu tão esperado CD que sai no final do ano. Quem convidou o Buguinha foi o Caio, numa espécie de "Caio convida" (rs).



Pois bem, Buguinha veio, desceu de táxi de Sampa até o Guarujá e trouxe todo o equipamento no braço pois estava com a habilitação vencida. Na hora que chegaram, eu já estava no bar,tinha acabado de chegar e já era quase 1h da manhã,o Caio me apresentou o Buga que tava acompanhado de NeguEdmundo, repentista e MC nas horas vagas como diz Buguinha, voz poderosa, e ficamos alí sentados no sofá trocando uma idéia, eu vendo os caras aquecerem o corpo e a mente pro show e mostrando suas habilidades manuais enrolando alguns papéis recheados, he.

Algumas bicadas numa cerva, num uísque e cosítas mais, umas esticadas nos músculos e Buguinha se animou, "Vambora tocar". Confesso que o que eu conhecia das suas músicas foi tudo o que tinha visto aqui na internet, mas como eu tava "aquecido" também, já comecei a chapar logo quando o primeiro "echo" saiu dos falantes, e reconhecí "Liberate", antes teve um probleminha técnico, mas logo solucionado, nada abalava a vontade de Buguinha, mesmo tocando pra poucas pessoas (a chuva de horas antes e o vento que estava lá fora afastaram o público).

Convidou NeguEdmundo pros vocais e mandaram mais duas músicas uma atrás da outra com todo mundo se animando. De repente simplesmente acabou a luz, e a luz apenas do quarteirão do bar, quase que simultaneamente apareceram as luzes vermelhas de uma viatura do lado de fora do bar (correria pra acender mais incensos lá dentro). O Zé Renato lá fora tendo que ficar de blablablá com Uzomi, afinal ele tem alvará e etc, lá fora não se escuta nada nem havia baderna na rua, mas diz ele que é um vizinho nóia do prédio da frente quem chama a polícia, exagera nas carreiras e deve ficar com raiva do povo da fumaça se divertindo. Buguinha repetindo: "estão acabando com a diversão do povo gente, é daqui pra pior!!!". Um coito interrompido como definiu o próprio Buga.

Enfim, a luz não voltou, o vento aumentou lá fora, puliça foi embora mas ficaram por perto rondando, todo mundo broxado... o que me restou foi fazer uma pequena entrevista com o Buguinha no escuro sob as luzes dos celulares pra depois matarmos a larica no fast-food dos árabes falando sobre as paranóias da cidade grande e observando as patyzinhas chapadinhas saídas sabe-se lá de onde enquanto não dava o horário do buzão pra sampa que ele e Edmundo pegariam. Foi uma noite legal, pelo menos pra mim...

Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@