#CADÊ MEU CHINELO?

quinta-feira, 11 de abril de 2013

[noétícia] EU, CANDIDATO

:: txt :: Paulo Wainberg ::

Aproveito o momento da campanha política para vereador e prefeito, para lançar minha candidatura a deputado estadual, no pleito de 2014. Pode parecer cedo, mas essas coisas precisam planejamento e estratégia e, como diria Confucio, se estivesse vivo, primeiro as formigas, depois as baratas.
Ainda não tenho partido e isto não importa, quando chegar o momento assino ficha em qualquer um, de preferência o que tiver o maior número de coligações, aumentando o meu tempo na televisão.
Apresento, agora, minha plataforma eleitoral, resultado de profunda pesquisa sobre as grandes necessidades do POVO, as promessas usuais dos políticos, as que são cumpridas e as que não são e de que forma pretendo, durante meu mandato de quatro anos, resolver definitivamente nossos eternos problemas.

SAÚDE

Passam os governos, chegam as eleições e as mesmas promessas se renovam. O que nenhum político percebeu, neste País, é que a saúde não é um problema, o grande problema brasileiro é a DOENÇA! Sim, meus amigos, o POVO sofre devido à DOENÇA, que causa sofrimento e morte, lota nossos hospitais e cria enormes filas para conseguir ficha no SUS, assunto que será tratado abaixo.
Eu, como deputado estadual, prometo acabar de uma vez por todas com a DOENÇA. Meu primeiro projeto, na Assembléia Legislativa, será uma lei que proíba os gaúchos de ficarem doentes. Enviarei aos meus co-partidários no Congresso Nacional, o mesmo projeto, para que eles editem lei que proíba os brasileiros de adoecerem. A lei será simples, terá apenas dois artigos:
Artigo Primeiro: É defeso aos Riograndenses do Sul adoecerem.
Artigo Segundo: Revogam-se as disposições em contrário.
Pensem, gastem alguns minutos de seu precioso tempo, e vejam as consequências da minha proposta. Hospitais com vagas para quem descumprir a lei, diminuição extraordinária do consumo de remédios, os médicos teriam mais tempo para o lazer e o POVO deixará de reclamar.
Alguém pode perguntar: E o que acontece com quem não cumprir a lei? A resposta é simples, cristalina e meridiana: Quem não cumprir a lei, vai ficar doente, vai ter que encarar o problema por conta própria, vai ter que se virar, azar o dele, mas não poderá, nunca, reclamar do Governo.

SEGURANÇA

Vou, como deputado estadual, acabar com a Segurança. Basta de presídios lotados, Polícia prende e Justiça solta, brigas entre polícia civil e polícia militar, esquadrões da morte, chacinas, etc, etc. O POVO não aguenta mais os jornais e televisão falando nisso o dia inteiro, presidentes e governadores prometendo soluções e nada conseguindo. BASTA! Segurança é um problema pessoal, cada um que cuide da sua. O Estado não pode assumir o compromisso de garantir a vida e os bens de cada cidadão. Não há como. A sociedade civil que se organize e, quando falo em sociedade civil, estou me referindo aos clubes sociais, entidades beneficentes, associação de amigos das praias. Ainda não concluí meu estudo, mas estou pensando num projeto de lei que libere a venda de armas para todos os gaúchos, exceto bandidos em geral. Durante o meu mandato, a segurança deixará de ser um problema do Governo.

MOBILIDADE URBANA

Vou realizar um antigo sonho dos gaúchos, a criação de CAVALGOVIAS em nossas cidades. A ideia não é minha, um antigo vereador fez a proposta, no início da década e eu não sou como os políticos que ignoram as boas ideias, mesmo que não sejam minhas. Graças às CAVALGOVIAS, os gaúchos poderão circular, tranquilos, pelas cidades, montados em seus cavalos e sem serem importunados por carros, ônibus, motos e bicicletas. Com isto modificarei também a paisagem urbana pois as grandes construções, a partir da criação das Cavalgovias, terão baias no lugar de garagens. Economia para o povo, comida de cavalo é muito mais barata do que gasolina, gaz e álcool. Cultura gaúcha posta em prática, tornarei real a invenção de nosso tradicionalismo.

EDUCAÇÃO

Os políticos tradicionais negam-se a abordar o problema da educação na sua verdadeira origem, que é a falta de respeito. Eu, deputado, não darei tréguas à falta de respeito e prometo transformar os gaúchos num povo bem educado.
Eis um resumo de minhas plataformas eleitorais. Em breve divulgarei o endereço de meu site onde constará a conta bancária onde você, querido eleitor, poderá fazer sua contribuição mensal para as despesas de campanha.
Vamos, juntos, construir um Rio Grande melhor, vote, em 2014, EM MIM.
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@