#CADÊ MEU CHINELO?

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

[over12] CYBERSELVA E O NOVO FUNDAMENTALISMO



::txt::Fred 04::

Tudo isso começou em tempos longínquos, dez milênios antes da ascensão do K-ciq Stardust como Sumo Pajé da Magna Esfera. A Via Láctea foi a primeira galáxia a se contaminar como a nuvem bioplasmática, e a máxima etnia INDIA(N)ET mergulhou num longo período de convulsões tecnoéticas que o cosmoprofeta Maqin Toshi qualificou como era do rompimento atômico e da fissura moral.

A grande floresta tropical do planeta Terra, berço de algumas da últimas tribos imunizadas pela força dos pajés nativos, se transformou no alvo principal da pirataria intergalática. Um episódio emblemático ocorreu por volta do ano de 2002 da era cristã, quando um grupo de congressistas da nação Brasil resolveu instalar uma Comissão Parlamentar da Biopirataria para, dentre outros objetivos, tentar impedir a venda online de amostras de DNA e de sangue indígenas da região amazônica.

Logo descobriram que a distribuição do material sagrado era coordenado por um site sediado a milhares de quilômetros de distância, no território conhecido como América do Norte, ou seja, em outro hemisfério. Os tribunais superiores não hesitaram em julgar que, no caso da venda do patrimônio genético, as constituições nacionais eram ineptas perante o novo paradigma virtual. Entretanto, como desconfiavam alguns parlamentares, o que estava em jogo, neste caso simbólico, era nada menos que a ética civilizada.

Na nuvem de plasma o incidente, como tantos outros, passou despercebido e, aos poucos, um novo ambiente Miti Subitxxi de convívio foi se estabelecendo. Artifícios de relacionamento social há muito criminalizados e banidos pelos preceitos jurídicos da humanidade civilizada - como a disseminação de panfletos apócrifos e a falsidade ideológica -, voltaram a ser tolerados, com avançada e vistosa roupagem e com a benção dos novos magos tecnofundamentalistas da cyberselva encantada.

E ao cabo de algumas décadas, aos poucos urbanóides com questionamentos éticos que ainda restariam na face do Planeta Azul, nem caberia mais polemizar, pois a era da displicência civil e da internética Toshi Babaa haveria enfim chegado e se instalado irremediavelmente para imperar em toda a Magna Esfera.
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@