#CADÊ MEU CHINELO?

terça-feira, 2 de março de 2010

BOMBA NA CONCEIÇÃO

#over12
uma bomba no fim do túnel

txt: Jucazito
bck: Gustavo


Nunca uma notícia mexeu tanto com esta cidade. Enquanto metade da população estava engarrafada no centro da capital gaudéria, a outra metade corria para o morro mais efervescente da cidade por causa duma notícia que tuitava na rede e retuitava na rádio: "BOMBA NA CONCEIÇÃO".

Porto Alegre vive uma triste seca. Não há folha nos galhos. Até os turistas reclamam e perguntam: "PUT A KEEP ARE YOU! ON JACK IS TOWN BACK?". Mas não adianta. A dieta pra sobreviver é a base do famoso mil folhas da Pauline Guiñazurenha que não mata a fome de ninguém. Mas todo mundo come. É só o que tem.

Quando a notícia de uma bomba na conceição estorou no estômago dos famintos, a correria foi grande pro morro da conceição, famoso pela loja de inconveniência 24h. "Porém, ah porém, foi um caso diferente", disse o cara da viola. "Uns doido botaram uma bomba numa garrafa pet e isoloram o túnel da conceição pra desarmar"

Telefonamos pra alguns amigos sem noção, uns cara fora da casinha total. Ronaldo, que perdeu a caixa preta faz um pedaço de tempo, foi um dos milhares que subiram a subida. "Bah, ouvi a fita na rádio: BOMBA NA CONCEIÇÃO, botei os pé-de-pato e peguei o busão. Cara, ta loco, meu. Era gente chegando de tudo que é lado no morro".

Chaves e Chapolim, ermão gêmeos e filhos dum fã do seriado mexicano, também não entenderam o homem da rádio. "Cacildiz, quando ouvimos não tivemos dúvida. Bora lá de caranga", diz Chaves. De acordo com os dois, foi a cena mais alucinante que viram de cara: "A descida de volta pro asfalto parecia um funeral. Todo mundo careta, sem flagrante nenhum nos bolsos pra enxergar pros amigos. Triste", relata Chapolim.

Aqui na redação, temos uma sugestão: da próxima vez, os comunicadores precisam ser mais claros: "explosivo no túnel". Aqui só tem um túnel mesmo, nem precisava ter um nome desse, Conceição, tão significativo pra tantas pessoas como Ronaldo, Chaves e Chapolim.

E nosso parabénz pros autores da façanha. Além de reciclarem o lixo (garrafa pet) na confecção do armamento, eles botaram uma cidade do tamanho de Porto Alegre de cabeça pra baixo. Caos, engarrafamento, elevador conceição no sobe-e-desce. E ninguém morreu nem se machucou.

Hoje o por-do-sol vai ser o mesmo de sempre deste verão: avenidas que facilmente param o trânsito e nenhum bomba pra estourar. "Achei que teria massa na janta, me iludi", disse Ronaldo, agora no MSN. "Na descida, aproveitei a passei na padaria:

- Ae meo bruxo, me ve dérreal ae do mil folhas"

9 comentários:

carolinda disse...

C-A-R-A-L-H-O!!!!!!!!!
Bah mil desculpas pelo palavrão mas foi o que mais saiu da minha boca ao ler esta matéria, quanta criatividade meu deus!
Shorey de rir e li pra todo mundo aqui, e olha que eu só entrei aqui pra pegar um contato e não páro mais de ler, bah, muito bom, realmente.

LICA disse...

DISGRAMAAAAAAAAAAA

bom demias Parabens!!!

blog O DILÚVIO disse...

obrigado pelos elogios. e olha que escrevemos isso com uma baguinha de nada

Kidids disse...

Jornalismo VERDADE.

Muito fatal, mesmo.

Total THE ONION ON DOPE.

blog O DILÚVIO disse...

os leitores deste blog são grandes personalidades da cultura. Que ótimo! Valeo Cardoso

Matheus disse...

Esses dias vi o paunucu do Jucá em atitudes suspeitas numa rua do bomfim. Dizia eu a ele 'coisa mais feia, jucá.' eu tentava ser racional. ele estava cagando. tava bebado. com espírito secador. e a porra do meu time tinha me feito passar uma bela vergonha. mas isso nada tem a ver com este comentário.

Che, que belo texto! Um dos melhores teus que eu li, e olha que eu costumo gostar deles! Um fato insólito que precisava ser abordado por este prisma! Eu, que ainda devia ter uns finos, me fudi só no engarrafamento(com o perdão do trocadalho). Não sei se foi melhor ou pior...

Matheus disse...

Esses dias vi o paunucu do Jucá em atitudes suspeitas numa rua do bomfim. Dizia eu a ele 'coisa mais feia, jucá.' eu tentava ser racional. ele estava cagando. tava bebado. com espírito secador. e a porra do meu time tinha me feito passar uma bela vergonha. mas isso nada tem a ver com este comentário.

Che, que belo texto! Um dos melhores teus que eu li, e olha que eu costumo gostar deles! Um fato insólito que precisava ser abordado por este prisma! Eu, que ainda devia ter uns finos, me fudi só no engarrafamento(com o perdão do trocadalho). Não sei se foi melhor ou pior...

Tiago Jucá Oliveira disse...

pau no cu sempre, filho da puta jamais! sim, sábado eu tomei um dos maiores porres dos últimos 5 dias! saí da casa dum amigo, cantando mazembe, tentando ir embora. hahaha, não lembro de ouvir nada. matheus, que matheus vc é? um abz e obrigado pelos elogios!

Rodrigo Machado disse...

Na *ville mais cabeça feita do RS, a chuva dos últimos dias, ainda garante uma safra qualificada. Creio que seja hora de abrirmos um consulado da Jamaica.

*São Leopoldo

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@