#CADÊ MEU CHINELO?

segunda-feira, 17 de maio de 2010

DO CAIS AO PORÃO

#mandachuva
Último dia de Feira arrebenta a pau

txt: Tiago Jucá Oliveira

Depois de duas ótimas noites de shows, e uma que foi uma porcaria, a Feira encerrou com chave de ouro: (pela ordem) Maracatu Estrela de Ouro, Funkalister, Frank Jorge, Fruet e Os Cozinheiros, Monobloco, Frank Jorge, Fruet e Os Cozinheiros novamente e, por último, uma banda imporvisada comandada por Otto e Fruet. Difícil falar detalhadamente de todos os shows, mas tentarei dar uma breve noção.

Maracatu Estrela de Ouro

Banda que é o próprio folclore nacional. Vivo e ao vivo. No meio da multidão, que acompanhou o grupo após um arrastão pela beira do Guaíba. O cantor improvisou rimas de todo tipo, inclusive uma sobre o jogo Grêmio e Corinthians, na qual tirou uma onda do timão paulista.

Funkalister

Cansei de ouvir a respeito, mas não conhecia o som dos cara. Uma big banda fantástica, com diversos nomes conhecidos da música gaúcha, como Mateus Mapa e Leonardo Boff. O nome já diz tudo: é funk, mermão, daquele jeito setentista. Próximo show eu to lá.

Fruet e Os Cozinheiros

Uma das melhores bandas da nova safra da música nacional, formada por talentoso instrumentistas. Fruet vai se firmando como compositor. Um show sereno, temperado na cozinha quente de André e Brawl. Tem disco novo no final do ano, me disse Fruet.

Monobloco

Alegria. O melhor show da Feira. É baile, todo mundo dança, todo mundo canta, exceto eu, sem voz e sem pernas pra última noite de festa. Quem já foi num show da Orquestra Imperial pode imaginar o que é o Monobloco. É diversão garantida, com versões super dançantes pra Tim Maia, Jorge Ben, Salgueiro, Cazuza, Zeca Pagodinho, MC Marcinho. "Era só mais um silva que a estrela não brilha/ Ele era funkeiro mais era pai de família". O show do ano.

Frank Jorge, Fruet e Os Cozinheiros, Otto e Bactéria.

As surpresas da noite foram noticiadas em off, por debaixo dos panos. Havia uma festa preparada somente a convidados, no Porão do Beco. O convite, disputado pelos que iam descobrindo a notícia da festa, trazia somente o nome "DJ Lucho e convidados". Diziam que era Otto e Frank, depois já era Monobloco e Julio Reny. Aos poucos tudo vinha a tona.

Frank Jorge abriu a noite sozinho, ele e sua guitarra. Cantou meia dúzia de clássicos de sua importante obra, relembrou um Roberto Carlos, brincou com a platéia e vazou.

Tudo o que disse antes sobre o show do Fruet e Os Cozinheiros poderia repetir aqui. Mas acrescento: o show do Porão tava mais tri. Talvez o clima menor e chapado do lugar colabore pra bandas ainda sem muito apelo popular.

Por fim, uma banda sem nome e sem ensaio sobe ao palco. Um pouco antes, bati um papo com o Bactéria e perguntei se haveria show dele e do Otto. Ele disse que estavam cansados, o Otto sem voz. "Poi zé, Simpson, tem um monte de gente aqui que veio assistir vocês". "Sério?!", pergunta ele espantado. Pouco depois a banda se forma no palco: Otto e Fruet nos vocais, mais o baterista André Lucciano e o guitarrista Nicola Spolidoro, ambos dos Cozinheiros, Bactéria nos teclados, o filho do Giba Giba no chocalho e mais uns quatro caras que infelizmente não conheço, mas que tocam bem. Improviso total, música emendada atrás de música, um passeio em covers de Jorge Ben, Nação Zumbi, Tim Maia, Funk Como Le Gusta, Wilson Simonal e até do próprio Otto. Um final perfeito!
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@