#CADÊ MEU CHINELO?

sábado, 2 de fevereiro de 2013

[agência pirata] O PODER SUBVERSIVO DAS FALSAS AMEAÇAS

:: txt :: Fausto Erjili ::

Podemos potencializar nossos atos através de uma intensa guerrilha de desinformação. Espalhar falsos temores, passando uma idéia de que somos maiores do que realmente somos. 

Nesta época pós 11 de Setembro o poder monopolizou o medo da violência para seus próprios intentos. Se esse medo não fosse eficaz, eles não fariam isso. Podemos retomar essa arma pra nossos próprios interesses. 

Vou ilustrar com um exemplo. Escolhemos um shopping, ou até mesmo vários shoppings da mesmo cidade e sem sermos vistos pela segurança, espalhamos panfletos em determinados lugares estratégicos, como nos banheiros, envelopes esquecidos nas mesas das praças de alimentação, entre discos, em meio a livros, nos bolsos das calças, dentro dos sapatos e etc, ameaçando intensos ataques ao local, insinuando que aquela segurança privada está com os dias contados. 

Uma idéia é escrever nos panfletos que todos os freqüentadores que usarem o estacionamento do shopping terão as placas dos carros anotados, endereços residenciais rastreados e sofrerão intensas represálias. 

A operação pode ser incrementada com ligações anônimas com ameaças à bomba, avisos de seqüestros eminentes ou de que o local será vítima de ataques com gazes químicos tóxicos de fabricação caseira. 

Por fim, membros do grupo usando máscaras, instala na frente do shopping uma enorme faixa negra com os seguintes dizeres: 

SHOPPING CENTERS, MUITO EM BREVE: RUÍNAS PITORESCAS. 

Mas os shoppings são apenas os alvos mais óbvios, a campanha de desinformação deve se estender a todos os tentáculos deste Enorme & Assustador Monstro Chamado Capital. E não se enganem, estes mesmo tentáculos se encontram até em lugares considerados tabus para o ativismo, como escolas, hospitais, instituições sociais e partidos políticos. 

Instituições de ajuda social são muito mais danosas que esmolas, são válvulas de alívio de pressão que perpetuam a ordem muito mais eficientemente do que instituições de cunho explicitamente conservador, pois elas mantém ocupadas e iludidas as pessoas que seriam mais valiosas aos movimentos de resistência. 

FALSOS CARIDOSOS, MUITO EM BREVE: CARNE DE SEGUNDA. 

A cultura também é um dos venenos mais letais a nossa verdadeira Espontaneidade & Criatividade. Não é à toa que querem nos vendê-la, afinal de contas, trata-se da mercadoria que nos obriga a comprar todas as outras. Não se engane com as benesses prometidas pela tradição cultural, essa tal cultura não está aó para outra coisa além de perpetuar o estado das coisas com ares de legitimidade. Muito mais que Padres & Burocratas, estes cachorros mortos jogados na sarjeta, é a elite cultural o Grande Verme. 

ELITE CULTURAL, MUITO EM BREVE: ESCÓRIA MENDICANTE. 

A tão escorraçada, de nossa parte, burguesia, não passa de uma classe digna de pena. Após ter cumprido seu papel na história, agora ela não passa de um símbolo de ostentação, afundada até o pescoó em uma vida de plástico e de ilusão, consumidora de anti-depressivos e gastando boa parte de seu dinheiro e de sua preocupação, em se proteger e aumentar ainda mais, as grade da prisão que construiu pra si própria. 

BURGUESIA ESNOBE, MUITO EM BREVE: MOTIVO DE NOSSA PIEDADE. 



*NOTA DO EDITOR: RENAN CALHEIROS QUE VÁ À MERDA. ELEITO COM 56 VOTOS. EU NÃO VOTEI EM MERDA ALGUMA.
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@