#CADÊ MEU CHINELO?

sábado, 23 de fevereiro de 2013

[a vida como ela noé] JOÃO-ALGUÉM

:: txt :: Júlio Freitas ::

 Tem aquele cara que conheci, ele me pediu um cigarro; estávamos no inverno de 2011, naquela época eu estava desempregado e vivia perambulando por aí, gastando toda a grana da minha rescisão sem nenhuma preocupação na cabeça. Resolvi pagar-lhe algumas cervejas em troca de sua história , comprei-as num posto e no sentamos na calçada para conversar.

 João Batista é o seu nome, o mesmo de meu pai, vive na rua desde adolescente, cata garrafas e outras sucatas e também se maquia de palhaço, fazendo malabarismos afora, não sabe por onde anda sua família e tampouco deseja saber, na verdade a sua família são aqueles que moram na rua como ele; cria-se um vínculo muito forte com quem está na mesma situação e desta forma ele aprendeu tudo o que sabe sobre a vida, eu já passei por algumas dificuldades, mas nenhuma chega perto das que João me contou, e mesmo assim ele consegue sorrir de maneira límpida, até inocente. Entre um gole e outro pude notar sua grande facilidade com as palavras, certamente seria um ótimo escritor, senti-me vazio e mesquinho comparado à vida dele, que era cheia até a borda.

 Não sei porque somente agora fui escrever este pequeno relato, talvez precisasse esperar até que o acontecimento se internalizasse na minha mente, até que que suas palavras fossem por mim compreendidas por completo: "Cara, primeiramente tu deve se sentir muito grato por estar vivo, cercado de pessoas que te amam, neste mundo, neste aqui e agora. O resto fica em segundo plano."
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@