#CADÊ MEU CHINELO?

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

[agência pirata] OS REPLICANTES DE RIDLEY SCOTT



:: txt :: Letícia Bonato ::

Em 2012, muitas obras memoráveis do cinema comemoram aniversário de lançamento. Entre elas, uma das primeiras ficções científicas do diretor de “Prometheus”, Ridley Scott: Blade Runner – O Caçador de Andróides, estrelando Harrison Ford (Indiana Jones) e Daryl Hannah (Kill Bil).

Baseado no livro “Androids Dream of Electric Sheep?”, de Phillip K. Dick, o filme apresenta uma sociedade do futuro, em Los Angeles, no início do século XXI. Andróides, uma cidade suja e em meio a muita tecnologia, como muitos outros filmes dos anos 80. Mas o diferencial de Blade Runner, em meio a outros filmes com a temática futurista da década, é que essas criações do homem, os robôs idênticos aos humanos chamados de replicantes, se tornaram uma ameaça à sociedade.

Os replicantes eram usados como escravos, ajudando os habitantes da Terra a colonizarem outros planetas, pois eram mais ágeis, mais fortes e mais inteligentes do que os seres humanos. E, justamente por serem dotados de uma inteligência superior, ao causarem um motim, alguns conseguiram escapar de volta à Terra,  rebelando-se assim contra seu próprio criador, o homem. Desde então, eram caçados por agentes especiais – os Blade Runners – que tinham a missão de matá-los.

Harrison Ford, na pele do policial Rick Deckard, entra no contexto do filme procurando entender e assumir sua missão: exterminar os andróides ilegais. Entretanto, aos poucos se vê envolvido com uma replicante, Rachael, que acaba influenciando o agente em suas decisões.

O posicionamento do espectador ao assistir o filme se torna incerto, uma vez que assim como o agente Deckard, nos vemos atentos e curiosos sobre os humanóides. Além de também entrarmos em um jogo, onde somos obrigados a pensar sobre o direito do homem em matar uma criatura tão similar a ele, fruto da sua própria evolução.

Ainda que seja um dos primeiros filmes de ficção científica do diretor Ridley Scott, não alavancou grandes bilheterias quando foi lançada. O filme veio a ser cultuado pelo público alternativo, pela perplexidade do enredo. Atualmente, há chances de conferirmos ainda uma segunda parte da estória, mas o roteiro não começou a ser elaborado. Apesar disso, circula na internet que Ridley Scott já lançou spoilers sobre uma das cenas que terá no longa.
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@