#CADÊ MEU CHINELO?

domingo, 6 de abril de 2014

[nem te conto] MENTIRA

:: txt :: Itamar Ifarraguirre Neto ::

- Eu tenho uma mentira!
- Se quiser ouvir e aceitar.
- Poderá dar muito certo.
- Quer saber?
Julia disse a si mesmo nervosa com as mãos macias, pressiona-as na cabeça sob as pontas dos dedinhos. A cada palavra que disse há minutos atrás. Lembra-se: desesperada como um louco no manicômio escutando vozes na calmaria do dia. Sentou num banco da praça. Seus nervos de aços deixaram seus pensamentos nublados. O complexo do ‘’eu’’ machuca-a no barulhoso no mundo externo. Ela fica muda: o silêncio e uma lágrima evadiram seu rosto. Os pássaros piavam; as árvores altas e cheias de folhas verdes. Lindamente a primavera batia e muda o quadro do dia, a quem repara o céu e vê a arquitetura de Deus. O infinito borrão azul, o divino reino dos absurdos. Contudo, escrito na sagrada bíblia por um homem comum. Entretanto os sentimentos infinitos das flores e dos tons de cores cintilam. Brotam na grama verdíssima milhares de trevos de quatro folhas, a sorte pode vir a qualquer minuto. Por outro lado, coloca-a o queixo no ombro até morde sentindo o sabor do desespero. Há uma pausa de reflexão e diz para alguém ouvir quando passa pelo tal banco ‘’o que o ser humano não compreende, ou esquece-se de perguntar?’’.

Desse modo a tristeza e a angustia aguda procuram a ansiedade de desistir de tudo, quase tudo: até das utopias de seus modelos de felicidade. Os sofrimentos na terra do sol e da lua são insuportáveis, mesmo assim, deseja viver do jeito imperfeito uma vida perfeita.

- O que eu falei agora.
- Nada, eu não entendo nada.
- Lá fora tudo vive e bilha; aqui dentro tudo morre e escurece.

Ela respirou profundamente toda incerteza que havia colhido. Para dentro de seus pulmões. De súbito soltou um mofo cinza pelos dois buracos do nariz, fez um gesto de náuseas: soltou a rebeldia e a morna indecisão para longe de seu corpo e mente. Os olhos vazios contemplaram aquela nuvem suja eis que desaparece entre a moita das relvas. Onde passou um gato assustado e, subiu na arvore. Os minutos de sentir o ilimitado foram surpreendentes.

Algo brilhou na inconsciência como um sonho bom. Logo postou no Facebook pelo celular: ‘’Julia se sentido esperançosa’’. Pensou consigo ‘’Às vezes ninguém compreende a solidão, o devaneio deste relógio de pulso, onde o ponteiro marca momentos tristes. No fim esqueceu ou fingiu que está tudo bem. ’’ Isso sim foi um pensamento lúcido que as poucas pessoas relutam para adquirir. Talvez se todos lutassem dentro de si: seriamos mais felizes.... Será?! À NOITE veio. Repetiu a si a mesma indagação do inicio, contida de ternura sobre um quê de ousadia. Portanto destinado a insistir sempre, mesmo que desse errado novamente.

- Eu tenho uma mentira!
- Se quiser ouvir e aceitar.
- Poderá dar muito certo.
- Quer saber?
Postar um comentário

#ALGUNS DIREITOS RESERVADOS

Você pode:

  • Remixar — criar obras derivadas.

Sob as seguintes condições:

  • AtribuiçãoVocê deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você ou ao seu uso da obra).

  • Compartilhamento pela mesma licençaSe você alterar, transformar ou criar em cima desta obra, você poderá distribuir a obra resultante apenas sob a mesma licença, ou sob licença similar ou compatível.

Ficando claro que:

  • Renúncia — Qualquer das condições acima pode ser renunciada se você obtiver permissão do titular dos direitos autorais.
  • Domínio Público — Onde a obra ou qualquer de seus elementos estiver em domínio público sob o direito aplicável, esta condição não é, de maneira alguma, afetada pela licença.
  • Outros Direitos — Os seguintes direitos não são, de maneira alguma, afetados pela licença:
    • Limitações e exceções aos direitos autorais ou quaisquer usos livres aplicáveis;
    • Os direitos morais do autor;
    • Direitos que outras pessoas podem ter sobre a obra ou sobre a utilização da obra, tais como direitos de imagem ou privacidade.
  • Aviso — Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro a terceiros os termos da licença a que se encontra submetida esta obra. A melhor maneira de fazer isso é com um link para esta página.

.

@

@